Seja bem-vindo! Aproveite o conteúdo abaixo. Esta página não é mais atualizada. Obrigado por sua visita.

Sexta-feira, 6 de Abril de 2007

Não chore por Jesus

A semana continua santa, e hoje não é dia de luto nem de medo, é dia de alegria, porque Jesus está Vivo. Ele esteve morto, mas agora está vivo para todo o sempre! (Ap 1.17-18). Sua morte não foi um acidente, algo casual, fortuito ou imprevisto. Sua morte fazia parte de um propósito e pré-conhecimento de Deus (At 2.23). Ele não morreu como inválido, surpreendido numa emboscada. Quando se aproximou o tempo de sua morte, Jesus "começou a explicar aos seus discípulos que era necessário que ele fosse para Jerusalém e sofresse muitas coisas nas mãos dos líderes religiosos, dos chefes dos sacerdotes e dos mestres da lei, e fosse morto e ressuscitasse no terceiro dia" (Mt 16.21). Ele deu sua vida para retomá-la. Ninguém a tirou dele, ele a deu por espontânea vontade, pois tinha autoridade para dá-la e para retomá-la. Ele recebeu essa autoridade de Deus-Pai (Jo 10.17-18). Como disse Agostinho: "Se Jesus não tivesse entregue a si mesmo, ninguém o teria entregue". Jesus é o bom pastor que dá a sua vida pelas ovelhas (Jo 10.11). Ele mesmo disse que veio para "...dar a sua vida em resgate por muitos" (Mt 20.28).

Enquanto Jesus era levado para ser crucificado, "um grande número de pessoas o seguia, inclusive mulheres que lamentavam e choravam por ele. Jesus voltou-se e disse-lhes: Filhas de Jerusalém, não chorem por mim; chorem por vocês mesmas e por seus filhos!" (Lc 23.27-28). Mais tarde, quando ele já havia ressuscitado, Maria Madalena chorava junto à sepultura de Jesus. Dois anjos lhe apareceram e lhe disseram: "Mulher, por que você está chorando? Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito..." (Jo 20.13; Mt 28.6).

Jesus está vivo! "Ele é capaz de salvar definitivamente aqueles que, por meio dele, aproximam-se de Deus, pois vive sempre para interceder por eles" (Hb 7.25). "Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo. Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para a salvação. Como diz a Escritura: Todo o que nele confia jamais será envergonhado. Não há diferença entre judeus e gentios, pois o mesmo Senhor é Senhor de todos e abençoa ricamente todos os que o invocam, porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo" (Rm 10.9-13). 

Antonio Francisco às 16:28