Seja bem-vindo! Aproveite o conteúdo abaixo. Esta página não é mais atualizada. Obrigado por sua visita.

Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2007

O melhor ator brasileiro

Ontem a noite ao lado de minha esposa, participei do culto de formatura de nossa filha Abigail. Uma coisa curiosa na palavra do pastor, foi quando ele disse que o melhor ator brasileiro não crê em Deus. Hoje procurei a entrevista dada em 15/01 deste ano para uma conhecida revista, e encontrei as declarações do ator. Quando perguntado se acreditava em Deus ele disse: "Olha, quando eu era criança eu acho que eu fingia acreditar em Deus. Acreditava em Deus e em Papai Noel. Hoje, adulto, acredito em Deus como acredito em Papai Noel. Quando o momento é de enorme tristeza e de enorme fraqueza, a gente perde a capacidade de raciocinar e até reza. Isso já aconteceu comigo. Mas foram poucas vezes". Numa das perguntas ele respondeu: "Zero crença".

Não questiono os dotes do conhecido e conceituado artista. Ele está com a sua 90ª peça em cartaz. O que é lamentável é comparar Deus a Papai Noel. Isso me fez lembrar de uma passagem bíblica sobre uma parábola contada por Jesus. Ele contou sobre uma grande safra nas terras de um homem rico. Ele não sabia onde colocar tantos produtos. Até que entendeu de derrubar seus celeiros e construir outros maiores para assim poder armazenar todos os bens. Depois ele disse para si mesmo: "Você tem grande quantidade de bens, armazenados para muitos anos. Descanse, coma, beba e alegre-se". O que ele não sabia é que naquela noite Deus lhe chamaria para uma prestação de contas de ingresso na eternidade. Foi chamado por Deus de insensato, porque acumulou muitas riquezas, mas tinha uma vida espiritual miserável (Lc 12.13-21).

A única maneira de entender como uma pessoa vive sem crer em Deus, é quando ela vive como "ator". Aliás, a palavra ator é uma transliteração do vocábulo grego hypokritês, de onde vem nossa palavra hipócrita. Dizer não crer em Deus é viver uma hipocrisia em pessoa, pois nas trincheiras desta vida, não existem ateus; pode até existir atores e gente atoa, mas não ateu.

Ser o melhor sem Deus, é ter um sucesso sem expressão, sem vida, sem continuidade. O Dr. James Dobson que é psicólogo, pediatra e filósofo norte-americano, que muito me ajudou com seus excelentes livros na criação de minhas filhas, sonhava ser o campeão de tênis em sua faculdade. Ele ficou orgulhoso quando viu seu troféu exibido em local de destaque na sala de troféus da faculdade. Anos depois, alguém lhe enviou o trófeu pelo correio, pois havia sido encontrado numa lata de lixo, por ocasião de uma reforma na escola. Ao receber o troféu com essa informação, James disse: "No devido tempo, todos os seus trófeus serão jogados no lixo por alguém!".

Viver apenas para esta vida, é viver pequeno demais. Viva com objetivos eternos, pois para isso é que estamos aqui. Quem não vive com Deus na terra, não o encontrará no céu. Seja um campeão para Deus, pois sem Ele, a vida não passa de uma encenação onde as cortinas se fecharão em breve para sempre. 

Antonio Francisco às 20:25

:
De Rosângela Linhares a 25 de Janeiro de 2007 às 11:31
Parabéns pela maneira clara e franca como ecreve. Você é um gênio!

Realmente não podemos viver apenas para esta vida. pois fomos criados para a eternidade!!!!

Rosângela
|
De Antonio Francisco a 26 de Janeiro de 2007 às 02:05
Obrigado meu amor por suas palavras. Seu incentivo me faz muito bem.
Te amo.
Antonio Francisco.
|
De Denilson Cunha a 26 de Janeiro de 2007 às 12:07
Prezado Antonio
Muito boa sua reflexão!
Vale ressaltar que ninguém vive sem crer, mesmo que creia no absurdo, logo, então, não existe "zero crença". A partir do momento que não creio em Deus, estou afirmando que creio em "não crer em Deus".
Deus nos julgará dentro da realidade do que cremos: Nele ou em qualquer outra coisa.

Ontem, em nossa Reunião de Oração no Lar, li I Co. 15.19 que diz:
"Se é somente para esta vida que temos esperança em Cristo, somos os mais miseráveis dos homens"

Crer em Deus é mais do que estilo de vida, é necessidade diária de vida. Ninguém vive sem crer, pois, o princípio do crer está na verdade. Posso criar para mim uma "verdade" mesmo que seja mentira e, esta "verdade" será o alimento do que creio.

Então, quando ouço alguém dizer que não crê em Deus, sei que ele trocou Deus por qualquer balela criada pelo simples pensar humano.

Acima da mente humana e de filosofias, a verdade de Deus se expressa em nós, seus filhos, como verdade que o tempo, ciência e doutrinas não conseguiram apagar. A verdade de Deus nos alimenta dia após dia e nos faz crer, crer em Deus!

Um grande abraço.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Prezado Antonio <BR>Muito boa sua reflexão! <BR>Vale ressaltar que ninguém vive sem crer, mesmo que creia no absurdo, logo, então, não existe "zero crença". A partir do momento que não creio em Deus, estou afirmando que creio em "não crer em Deus". <BR>Deus nos julgará dentro da realidade do que cremos: Nele ou em qualquer outra coisa. <BR><BR>Ontem, em nossa Reunião de Oração no Lar, li I Co. 15.19 que diz: <BR>"Se é somente para esta vida que temos esperança em Cristo, somos os mais miseráveis dos homens" <BR><BR>Crer em Deus é mais do que estilo de vida, é necessidade diária de vida. Ninguém vive sem crer, pois, o princípio do crer está na verdade. Posso criar para mim uma "verdade" mesmo que seja mentira e, esta "verdade" será o alimento do que creio. <BR><BR>Então, quando ouço alguém dizer que não crê em Deus, sei que ele trocou Deus por qualquer balela criada pelo simples pensar humano. <BR><BR>Acima da mente humana e de filosofias, a verdade de Deus se expressa em nós, seus filhos, como verdade que o tempo, ciência e doutrinas não conseguiram apagar. A verdade de Deus nos alimenta dia após dia e nos faz crer, crer em Deus! <BR><BR>Um grande abraço. <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Denilson</A> Cunha.
|
De Antonio Francisco a 26 de Janeiro de 2007 às 17:02
Valeu Denilson. Obrigado por seu comentário e pelo sábio raciocínio. Um abração.
Antonio Francisco.
|
De Naildir a 1 de Fevereiro de 2007 às 02:27

Excelente texto! Vou usá-lo na sala de jovens e adolescentes!