Seja bem-vindo! Aproveite o conteúdo abaixo. Esta página não é mais atualizada. Obrigado por sua visita.

Segunda-feira, 29 de Janeiro de 2007

Cuide das metades

As metades são às vezes perigosas, pois nos põem em dupla realidade, o antes e o depois. Muitos casais se separam na metade do casamento, por ocasião da saída dos filhos de casa. Um trabalhador não consegue agradar a dois patrões ao mesmo tempo, pois se dedicará mais a um do que ao outro, ou acabará odiando um dos dois. Se alguém quiser construir deve primeiro calcular as despesas, para evitar de deixar a obra pela metade e passar vergonha diante dos que olharem para a obra.

Neemias, um excelente administrador em Israel nos tempos bíblicos, conseguiu motivar o povo a reconstruir o muro da cidade de Jerusalém depois de anos destruído. O povo se dedicou na construção e a concluiu em 52 dias. Mas, por ocasião da metade da obra o povo desanimou.

Cuidado com as metades em sua vida, pois é exatamente nesses momentos que somos tentados a desistir. Quem nunca sentiu vontade de desistir de pintar uma parede quando ela está pela metade; ou desistir de uma viagem no meio do caminho; ou desistir de um curso, deixando-o pela metade?

Eu tenho uma prima que dizia muitas vezes que "todo começo são flores". Muitos são animados quando começam alguma coisa, mas tendem a desanimar quando estão na metade. Se algo não merece continuidade fazemos bem em desistir. Mas tenhamos cuidado para não desistir de algo pela metade por falta de perseverança, paciência ou objetividade. Tenhamos cuidado para não desistir das pessoas porque achamos que não tem mais jeito, pois talvez estejamos na metade do processo e não no final. Muitos não vencem na vida porque desistem pela metade. Um vencedor sempre vai até o fim e não apenas até a metade.

Referências bíblicas: Mt 6.24; Lc 14.28-30; Ne 6.15; 4.6-15

Antonio Francisco às 03:41

:
De Naildir a 1 de Fevereiro de 2007 às 10:37
Ao ler esse artigo lembrei me do poeta que disse: "no meio do caminho tinha uma pedra... "

Pertinente essa reflexão!